INSTITUTO SUPERIOR POLITÉCNICO DE SAÚDE MULTIPERFIL | INSTITUTO SUPERIOR POLITÉCNICO DE SAÚDE MULTIPERFIL | INSTITUTO SUPERIOR POLITÉCNICO DE SAÚDE MULTIPERFIL | INSTITUTO SUPERIOR POLITÉCNICO DE SAÚDE MULTIPERFIL | INSTITUTO SUPERIOR POLITÉCNICO DE SAÚDE MULTIPERFIL | INSTITUTO SUPERIOR POLITÉCNICO DE SAÚDE MULTIPERFIL |

ATRIBUIÇÕES

1. Atribuições do Centro de Formação de Saúde (CFS), tendo em vista a concretização da sua missão específica no âmbito da missão da Clínica Multiperfil (CMP), designadamente:

a) A realização de cursos de formação pós-graduada, de cursos de especialização e outros, nos termos da lei e das atribuições da CMP;

b) A formação de alto nível, com elevada exigência qualitativa, num ambiente de democraticidade e participação

c) A realização de actualização de formação profissional e de actualização de conhecimentos;

d) A realização de actividades de pesquisa, de investigação orientada e de desenvolvimento experimental, bem como o apoio e participação em instituições científicas;

e) A promoção de uma cultura de responsabilidade social;

f) A prestação de serviços à comunidade, numa perspectiva de valorização o reciproca;

g) A promoção da ligação à Escola dos antigos estudantes e respectiva associação, se esta vier a ser criada;

h) A cooperação e o intercâmbio cultural, científico e técnico com outras instituições de ensino superior nacionais e estrangeiras, em especial as de Países de Li­ngua Oficial Portuguesa e do espaço europeu do ensino superior;

i) A participações em projectos de cooperação nacional e internacional;

j) A implementação de estratégias que estimulem a participação dos docentes e investigadores em actividades conducentes à melhoria da sua formação pedagógica, profissional, académica, técnica e científica;

k) A formação pós-graduada e profissional adequada, com carácter de regularidade, aos seus funcionários não docentes e não investigadores, com vista à sua valorização e  melhoria da qualidade dos serviços prestados.

2.  No âmbito da responsabilidade social, a Escola adopta medidas tendo em vista:

a) Reforçar as condições para o desenvolvimento da oferta de actividades profissionais em tempo parcial aos estudantes, compatível com o desenvolvimento da actividade lectiva, quando tal se vier a considerar possível;

b) Adaptar, nos termos da lei e dos regulamentos respectivos, a actividade da Escola a situações específicas, designadamente, casos de gravidez, maternidade e paternidade, doença prolongada e deficiência.

3.  À Escola compete, ainda, nos termos da lei e dos normativos da CMP:

a) A emissão da certificação da formação ministrada;

b) A valorização e acreditação de competências adquiridas pelos estudantes ao longo da vida;

c) Propor a atribuições de prémios e louvores.